Este Ford Modelo 18 de 1936 será o destaque do 30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos

Este Ford Modelo 18 Cabriolet será o carro-destaque do 30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos, que ocorrerá nos dias 17, 18 e 19 de novembro nos pavilhões da Fundaparque, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, no Rio Grande do Sul. O evento é realizado pelo Veteran Car Club dos Vinhedos, que é afiliado da Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA).

A história deste Ford Modelo 18 Cabriolet 1936 é repleta de curiosidades. O carro foi achado praticamente destruído pela ferrugem em 1980, na cidade de Imigrante, a 130 quilômetros de Porto Alegre e próxima de Lajeado, no Vale do Taquari. A estrutura da capota, por sorte, estava intacta.

"Semanas antes, meu falecido pai, Cláudio Ivanez João Pegoraro, havia visto uma reportagem sobre esse carro em um jornal e ficou impressionado com suas linhas, decidindo comprar um idêntico", explica o cirurgião-dentista Cleiton Pegoraro, 49 anos. O processo de restauração foi minucioso e demorado, mas ao mesmo tempo uniu ainda mais o pai, Cleiton e seu irmão, o empresário Cláudio Pegoraro Filho, 54, em torno de um objetivo em comum. "Foram dezenas de viagens ao Uruguai em busca de peças, pois na época não havia Internet e muito menos WhatsApp. Tudo era resolvido por telefone e fax", recorda.

Após cinco anos de trabalho, o Ford Modelo 18 Cabriolet 1936 finalmente ficou pronto. Era véspera do Natal de 1985 quando o dono buscou-o na oficina rumo à residência da família, em Bento Gonçalves, para a alegria de todos, certo? Errado. "O 'auto' não teve forças para chegar até a garagem, quebrando em frente à nossa casa. Tivemos que empurrá-lo. Qualquer um teria desistido, mas não o nosso pai. Já que o Ford não ficou pronto para o Natal, ele garantiu que até a Páscoa estaria rodando", revela Cleiton, aos risos.

É claro que não precisou esperar tanto e, algumas semanas após o conserto do motor, já desfilava pelas ruas de Bento Gonçalves. Nas décadas seguintes, Seu Pegoraro se divertiu bastante ao volante da baratinha, mas quis o destino que partisse recentemente, aos 80 anos, deixando um legado que agora é mantido pela família. "É uma das melhores lembranças que herdamos dele. Este foi o primeiro veículo restaurado a obter placa preta em Bento Gonçalves e sua frente está em todas as logomarcas do Veteran Car Club dos Vinhedos. Agora, será o carro-madrinha do Sul-Brasileiro, o que nos honra muito", revela.

Recentemente, o que já estava bom ficou ainda melhor: o Ford recebeu uma pintura novinha em folha. Atrás, há o assento para levar dois passageiros, que ficou conhecido popularmente como "banco da sogra", e também o estepe, coberto com um elegante acabamento em metal na cor da carroceria. Tudo funciona como um relógio suíço: é só ligar e sair acelerando para curtir a estrada. A tração é traseira, deixando tudo ainda mais divertido nas curvas. O motor 3.6 litros está acoplado ao câmbio manual de 3 marchas, desenvolvendo 85 cv e produzindo um ronco grave e imponente.

fotos Adair Santos/divulgação

Este motor flathead (cabeçote plano, com válvulas laterais) havia sido lançado anos antes, em 1932. O Modelo 18 foi o primeiro carro fabricado em larga escala a vir equipado de série com esse moto de 8 cilindros, antes restrito aos modelos mais caros, e por isso foi um dos grandes responsáveis por criar a mítica em torno do V8, uma paixão norte-americana. Sua construção simples permitia aumentar a potência com poucas alterações mecânicas. No pós-guerra, o carro tornou-se um dos preferidos pelos fãs de hot rods, que além de envenenarem o motor, ainda tiravam para-lamas, capô e outros componentes para aliviar o peso e melhorar o desempenho.

Mais posts relacionados

Um primeiro dia frio e molhado em Suzuka

O primeiro dia do GP do Japão teve condições frio e chuva

Royal Enfield amplia opções de cores da Himalayan

Três novas cores já estão disponíveis em toda a rede de concessionárias da marca sem mudança de preço

BYD Dolphin Mini é apresentado em São Paulo

Modelo pretende seguir os passos do "irmão mais velho" BYD Dolphin

Citroën 2 CV comemora seu 75º aniversário

Citroën 2 CV teve 5.114.969 unidades produzidas entre 1949 e 1990

Dois Chevrolet Bel Air 1957 estarão expostos na Expoclassic

Dois exemplares do Chevrolet Bel Air conversível ano 1957, equipados com câmbio automático e motor V8, estarão expostos na ilha principal da mostra

Publicidade