Mercedes-AMG comemora 50 anos da vitória nas 24 horas de Spa

A 73ª edição das 24 Horas de Spa será uma ocasião especial para o Mercedes-AMG. Há 50 anos, os pilotos Hans Heyer e Clemens Schickentanz conduziram o Mercedes 300 SEL 6.8 AMG para a vitória na sua classe e ao segundo lugar geral na corrida de 24 horas em Spa-Francorchamps e assim criaram o ponto de partida para a história de sucesso da AMG nas pistas.  Com 13 carros na categoria "GT3", a Mercedes-AMG será uma das marcas com maior participação. Serão quatro Mercedes-AMG GT3 competindo na classe "Pro", seis na classe "Silver Cup" e outros três na classe "Pro-Am". E o Mercedes-AMG GT3 com o número 50 vai se destacar não só por sua performance, mas também por utilizar a mesma pintura do Mercedes 300 SEL 6.8 AMG, em homenagem a memorável vitória de 1971.

As 24 Horas de Spa fazem parte de duas séries de corridas ao mesmo tempo: o GT World Challenge Europe e a Intercontinental GT Challenge. Esse ano, a bordo do carro da classe Pro da AKKA ASP Team estará o piloto brasileiro Felipe Fraga. Além dessa prova, Felipe pilotará o modelo nas etapas de Indianápolis (EUA) e Kyalami (África do Sul). O piloto Felipe Fraga começou sua carreira em 2001, ganhando destaque no kartismo como pentacampeão brasileiro. Sua principal conquista foi o título em 2016 da Stock Car, categoria em que acumula mais de 100 corridas. Atualmente ele é piloto oficial da Mercedes-AMG para disputa da Intercontinental GT Challenge, com experiência também em outras competições internacionais e colecionando vitórias no WEC e IMSA. A largada da 73ª corrida de Spa 24 horas será no sábado, 31 de julho, prevista para às 11h30 (horário de Brasília).

 

 

Mais posts relacionados

Conheça as motocicletas finalistas do Build, Train, Race

A próxima etapa serão os treinos em pista de terra para, no final, competirem nas corridas oficiais da Liga Brasileira de Flat Track

24 marcos e lendas de Le Mans

Façanhas, estatísticas e fatos que fazem das 24 Horas a maior prova de resistência do mundo

A Mille Miglia de 1955

Em 1º de maio de 1955, Stirling Moss e o co-piloto Denis Jenkinson venceram a 22ª Mille Miglia em um Mercedes-Benz 300 SLR

Brasil no Dakar

Pedras, pó, quebra e erros marcam primeira etapa dos pilotos portugueses nas motos

Can-Am domina primeiro dia do Dakar

A dupla Reinaldo Varela e Maykel Justo garantiu o melhor tempo com a equipe Monster Energy Can-Am, mas sofreu punição de 1min, caindo para quarto

Publicidade