Conheça a história da chave do carro

Você já perdeu a chave do seu carro? E em uma viagem, já aconteceu esse inconveniente? Certamente muitos motoristas já passaram por situações desse tipo. Atualmente, mesmo os veículos que têm sistemas keyless de abertura das portas e acionamento do motor, precisam ter o sensor por perto. E se os carros agora pudessem ser destravados e acionados por um aplicativo de celular? Uma pesquisa feita na Europa mostrou que 76% dos motoristas gostariam que as chaves de um automóvel fossem abolidas, sendo que 40% deles imaginam que essa realidade já está bem próxima. Veja a seguir como as chaves dos automóveis evoluíram desde o começo do século passado:

 

Girar a chave e começar a dirigir? Não era bem assim em 1900. A partida de um veículo na época era um processo complexo que compreendia cerca de dez etapas diferentes, que apenas um motorista bem treinado dominava. Ligar a ignição com o comutador rotativo era apenas uma dessas etapas.

 

 

 

 

 

 

O ano de 1910 marca o nascimento da chave do carro e também o começo de uma longa história na prevenção de roubos de veículos. As chaves eram usadas para bloquear o circuito elétrico da ignição, mas os motoristas ainda precisavam acionar o motor.

 

 

 

 

 

 

No início dos anos 20, as pessoas começaram a trancar as portas dos carros, mas precisavam de uma outra chave para fazer isso. O sistema de ignição passou a ter, gradativamente, um padrão - não só bloqueava o circuito elétrico, mas também acionava o arranque.

 

 

 

 

A extravagância nunca sai de moda. Uma chave de ouro personalizada foi fabricada para Rainha Soraya do Irã para seu Mercedes-Benz 300 SL.

 

 

 

 

 

 

Bem na década de 60, um certo número de carros tinha ainda duas chaves diferentes: uma para a porta e outra para a ignição. Então, uma chave única para ambas as situações foi, lentamente, se tornando padrão.

 

 

 

 

 

Ainda nos anos 60, as chaves dos carros começaram, gradualmente, a ter uma forma mais familiar – modelo esse que se manteve até os anos 80 e até mesmo além.

 

 

 

 

 

 

Design semelhante e novas funções: em meados dos anos 90, os sistemas de travamento central começaram a ter grandes avanços. Desde então, os motoristas não precisaram mais trancar cada porta separadamente.

 

 

 

 

 

Um carro sofisticado precisa de uma chave elegante. Noblekey, uma empresa localizada em Berlim, é especialista na fabricação de chaves luxuosas e domina há tempos esta arte. Retratado aqui: uma chave de ouro exótica incrustada com joias precisas e semipreciosas.

 

 

 

 

 

A primeira chave de controle remoto facilitou (des)trancar o carro ainda mais –apenas um clique e todas as portas estão abertas. E se os motoristas não conseguissem se lembrar exatamente onde estacionaram o veículo, o controle remoto poderia ajudar a localizá-lo.

 

 

 

 

O progresso certamente não parou com a chave de controle remoto. Sistema de trava sem chave, que estreou em 1999, permitiu que os motoristas não só trancassem e destrancassem o veículo, mas também ligassem o motor com o apertar de um botão.

 

 

 

 

 

 

Mesmo com sistemas convencionais sem chave, este item ainda precisa ser carregado em uma bolsa ou em um bolso de jaqueta ou paletó, por exemplo. Para abrir a porta e ligar o motor, a tecnologia se comunica com o carro usando um sinal de rádio de baixa frequência (LF) ou ultra alta frequência (UHF). Na luta contra o roubo, a indústria automotiva está constantemente aprimorando os sistemas já existentes. É como uma maratona.

 

 

 

O sistema keyless da Bosch para carros funciona com uma chave virtual armazenada em um smartphone. Os sensores instalados no carro reconhecem o smartphone do proprietário com a mesma exatidão que uma impressão digital e abrem o veículo apenas para eles. O gerenciamento de chave digital vincula o aplicativo e o veículo por meio da nuvem.

Mais posts relacionados

BMW Motorrad celebra 100 anos com exposição de aniversário no BMW Museum

Grande exposição de aniversário no BMW Museum para marcar os 100 anos da BMW Motorrad abre suas portas amanhã (12/5) Visitantes poderão embarcar em uma jornada intensa e emocionante pelos 100 anos de história da BMW Motorrad ao longo de aproximadamente um ano da exposição

Do Ford T aos autônomos: como o mercado automobilístico evoluiu em 100 anos

No próximo dia 13 é celebrado o Dia do Automóvel, meio de locomoção preferido pela grande maioria da população mundial

Jeep CJ-3B celebra 70 anos

O CJ-3B é um ícone da autenticidade Jeep que, até hoje, segue inspirando modelos como o Jeep Wrangler, Gladiator e Renegade

Mercedes-Benz recorda história e evolução dos rádios automotivos

De música e informações à central multimídia, primeiro rádio automotivo já tem mais de 100 anos

As grades dos BMW

Mesmo com muitas alterações desde 1933, quando foi lançado o BMW 303, basta bater os olhos nas grades dos modelos para identificar a marca

Publicidade